Vasco de Germán Cano empatou com a Ponte Preta

Prof. Luis Artur Silva

O Vasco da Gama, um dos maiores clubes de futebol do país, dono de um passado de títulos, e outras tantas campanhas memoráveis, vive um presente de resultados pífios, que nem de perto lembram os áureos tempos do cruzmaltino.

Vasco de Germán Cano empatou com a Ponte Preta
Foto: Rafael Ribeiro / CRVG

Disputando pela quarta vez na sua história o Campeonato Nacional da Série B, o Vasco passa por maus momentos desde a temporada passada, quando foi rebaixado no Brasileirão. No início de 2021, a equipe carioca ficou na quinta posição no Estadual, vencendo a esvaziada Taça Rio diante de outro gigante fragilizado, o Botafogo.

Sem bons resultados recentes e com grandes restrições orçamentárias, o Vasco que começou a disputa da Série B de 2021 é um time abatido moralmente, que pouco mostrou nas duas primeiras rodadas do Nacional, sendo derrotado pelo Operário, mesmo atuando em casa, e arrancando um suado empate diante da Ponte Preta. Dominado pelos paranaenses, o Vasco conseguiu fazer um jogo equilibrado contra os campineiros, embora de baixo nível técnico.

Os dois tropeços evidenciaram as fragilidades do elenco vascaíno, que apresenta uma defesa que erra demais, principalmente quando é pressionada pelas linhas ofensivas adversárias. Além disso, o pouco criativo setor de meio campo, não consegue abastecer o ataque formado por Morato e Cano.

O time comandado por Marcelo Cabo deu a sensação de que poderia engrenar na temporada, mas estagnou, escancarando as citadas fragilidades, que podem ser exploradas pelo Brasil, que sonha repetir o triunfo de 2016, garantindo uma importante primeira vitória na atual Série B, afastando qualquer sinal de crise.

Deixe um comentário

Converse conosco!
Carrinho
  • Nenhum produto no carrinho.
%d blogueiros gostam disto: