Denilson aponta satisfação em retornar ao futebol brasileiro

Volante é a grande contratação xavante para Série B e espera uma boa competição contra fortes adversários

Por: Henrique König

Novo no clube e na cidade, Denilson inicia Série B comprometido com a questão física

Como afirmou o vice de futebol, Fabricio Montanelli, Denilson dispensa apresentações pelo vasto currículo. O volante de formação no São Paulo, que brilhou na Inglaterra pelo Arsenal e também passou pela camisa de peso do Cruzeiro, é novidade xavante nesta Série B. Ele espera assumir a camisa 5 do Brasil durante a competição.

“Estou bastante motivado. Bastante ansioso também, mas infelizmente ainda não posso jogar a primeira partida. Mas podem ter certeza que trabalho, profissionalismo e empenho não vão faltar. Acredito que pela 4ª ou 5ª rodada eu já possa estar atuando”, embora ainda não durante os 90 minutos. Denilson atuou em Malta até o final de fevereiro. Depois, com a parada do campeonato e por conta da pandemia, precisou treinar só em casa nos últimos meses, entre o país europeu e o retorno ao solo brasileiro.

“Quando eu soube do interesse do Brasil, não pensei duas vezes: liguei para minha esposa e avisei que viria a Pelotas. É uma satisfação voltar a disputar o Brasileiro. Eu estava em Malta, onde o campeonato é bom, mas é amador, senti a falta do profissionalismo e faz três meses que não jogo. Queremos colocar o Brasil no topo, buscar a Série A do ano que vem. Posso jogar como segundo volante, mas hoje estou atuando mais como primeiro volante”, afirmou.

RAMON TÁ ON: o atacante Ramon, confirmado nas redes sociais do Xavante na última terça, está disponível para encarar o Londrina, na sexta-feira, pela primeira rodada da Série B. Ele apareceu no Boletim Informativo Diário no final da tarde desta quarta.

O Xavante do técnico Claudio Tencati não deve ter muitas surpresas na estreia: Matheus Nogueira (ou Victor Luiz); Vidal, Ícaro, Leandro Camilo e Artur; Rômulo, Bruno Matias, Paulo Victor, Netto, Jarro e Junior Viçosa. A dúvida fica por conta do atacante pelo lado.

Do lado adversário, o Londrina teve que ir a São Paulo para iniciar o deslocamento. Por conta da pandemia, na dificuldade para voos, o grupo paranaense subiu um estado antes de descer para o extremo sul brasileiro. O time de Roberto Fonseca (58) faz uma temporada de muitos empates, mas está classificado para as semifinais do Campeonato Paranaense, quando enfrentará o Operário, clube que também faz parte da Série B. Entre as contratações do Tubarão, estão o meia Mossoró e o atacante Caprini, que disputaram o Gauchão pelo Ypiranga. Lateral Ricardo Luz, ex-Brasil, também compõe o elenco.

Deixe um comentário

Converse conosco!
Carrinho
  • Nenhum produto no carrinho.
%d blogueiros gostam disto: