Brasil vira sobre Goiás e vence primeira na Série B

Por: Henrique König

 

O Xavante recebeu o Goiás, na sexta-feira (18), no estádio Bento Freitas. A partida foi válida pela 5ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro conquistou uma importante vitória de virada. O Goiás saiu na frente ainda no primeiro tempo com Luan Dias, mas o Brasil virou com gols de Fabrício e Gabriel Terra, os primeiros gols definitivamente xavantes nesta Série B, já que os anteriores haviam sido contra.

Com o triunfo, o Brasil sobe para o 12º lugar, com 5 pontos, através de uma vitória, dois empates e duas derrotas. O resultado foi crucial para deixar a zona de rebaixamento neste momento. Na terça-feira à noite, o time retorna a campo em Maceió, contra o CRB.

Na Baixada, o frio como adversário às equipes. O balde de água gelada foi maior para o Xavante no início, pois Luan Dias, em assistência de Alef Manga, fez 1×0. O Brasil precisava correr em busca do empate. O jogo transcorria perigoso, com chances do Goiás, equipe então invicta no torneio, ampliar. Mas o Rubro-Negro encontrou o seu jogo na bola aérea. Aos 25 minutos, Artur cruzou da esquerda e Fabricio subiu mais do que do todo mundo para cabecear firme: 1×1.

O resultado ainda não era o ideal e o Brasil partiria em busca da virada na etapa final. Após o atacante Ramon, novamente um dos melhores em campo, tomar cartão amarelo, não demorou para o Brasil criar uma boa situação de gol com ele. Ramon recebeu passe pela esquerda da área, chutou cruzado e a bola veio em assistência para Gabriel Terra finalizar sem chances ao goleiro Tadeu: 2×1 para o Xavante, aos 13 do segundo tempo.

O Goiás mexeu e impulsionou Dadá Belmonte, jogador de velocidade, no lugar de Alef Manga. Everton também entrou, no lugar de Caio Vinicius. O Esmeraldino do técnico Pintado veio para o ataque. Gabriel Terra havia recém levado o cartão amarelo e acabou expulso aos 31’. Pela segunda partida consecutiva, o Brasil terminou com 10 jogadores. Ícaro havia sido expulso contra o Confiança, no empate por 1×1.

Equipe rubro-negra finalmente desencantou no campeonato

Novamente era necessário segurar o resultado e o Brasil conseguiu. Alguns disparos de fora da área com muito perigo, muitos cruzamentos e a zaga composta por Héverton e Leandro Camilo sustentou. No fim, o zagueiro Arthur Henrique ainda estreou no lugar do lateral-direito Thallys, que também era estreante. O Goiás chegou a finalizar 18 vezes ao longo da partida, mas foram as cinco finalizações rubro-negras as de maior felicidade na noite. O elenco comemorou a vitória por 2×1.

Na entrevista, Claudio Tencati, que voltou de suspensão, destacou: “Ninguém sobe com quatro rodadas e ninguém desce com quatro rodadas. Então, peço calma. Hoje vencemos um dos melhores times da competição”, afirmou o treinador.

Para a próxima rodada, o Brasil pode ter voltas importantes. Avalia as situações físicas de Jarro, Luiz Fernando e Welinton Torrão, além da questão médica dos que passaram pela covid-19, o meia Paulo Victor e o atacante Junior Viçosa.

Ícaro pode retornar para a zaga no lugar de Héverton e a suspensão da vez fica por conta de Gabriel Terra, pela expulsão.

FICHA TÉCNICA: BRASIL 2×1 GOIÁS

BRASIL: Matheus Nogueira; Thallys (Arthur Henrique), Leandro Camilo, Héverton e Artur; Romulo, Bruno Matias (Wesley), Gabriel Terra, Lucas Santos (Kevin), Fabricio (Gabriel Pierini) e Ramon (Matheuzinho). Técnico: Claudio Tencati

GOIÁS: Tadeu; Apodi, David Duarte, Reynaldo, Hugo (Vinicius Lopes); Caio Vinicius (Everton), Madison, Luan Dias, Elvis e Alef Manga (Dadá Belmonte); Bruno Mezenga. Técnico: Pintado.

  • ÁRBITRO: Rafael de Sá, com Michael Correia e Thiago de Oliveira (trio carioca)
  • GOLS: Luan Dias (GOI) | Fabricio e Gabriel Terra (BRA)
  • EXPULSÃO: GABRIEL TERRA
  • Partida válida pela 5ª rodada da Série B do Brasileiro, disputada no estádio Bento Freitas, em Pelotas, na sexta-feira (18)

Deixe um comentário

Converse conosco!
Carrinho
  • Nenhum produto no carrinho.
%d blogueiros gostam disto: