Brasil sofre com expulsão e segura empate heroico em Aracaju

Xavante teve zagueiro Ícaro expulso no fim do primeiro tempo e precisou segurar empate por 1×1 até o último momento, debaixo de muita pressão do Confiança

Por: Henrique König

O Brasil foi ao Sergipe e voltou com um ponto. O Xavante enfrentou o Confiança na noite de terça-feira (15) no estádio Batistão e empatou por 1×1, em jogo válido pela 4ª rodada da Série B. Em escanteio, Victor Sallinas marcou contra e o Brasil abriu o placar. Mas, no final do primeiro tempo, Ícaro foi expulso e o Rubro-Negro sofreu o empate, em gol de Neto Berola, tento originado também de uma cobrança de escanteio. Na etapa final, muita pressão dos locais, mas os sergipanos não conseguiram o segundo gol. Placar finalizado com empate.

O Brasil está em 16º lugar, com dois pontos ganhos em quatro jogos. O Confiança tem quatro pontos, com uma vitória, um empate e uma derrota. O Xavante volta a campo na sexta-feira, quando enfrenta o Goiás, no estádio Bento Freitas.

BRASIL SAI NA FRENTE COM GOL CONTRA, MAS TEM ÍCARO EXPULSO

Com os desfalques de Paulo Victor, Junior Viçosa, Jarro e Luiz Fernando, a promoção foi a estreia do meia Lucas Santos, que atuou bem na etapa inicial. Aos 12’, cobrança de escanteio do Brasil pela direita e o golpe de cabeça foi fogo amigo: gol contra do zagueiro Victor Sallinas, que cabeceou sem chances para o goleiro Rafael Santos: 1×0 para o Brasil no Batistão.

O Brasil está em 16º lugar, com dois pontos ganhos em quatro jogos.

O Brasil pulava na frente do placar novamente com um gol contra. Era preciso segurar o resultado. O zagueiro Ícaro fez uma falta forte e recebeu o cartão amarelo, mas, para sorte do Brasil, a cobrança não passou da barreira rubro-negra.

O meia Neto Berola disparou para fora aos 23 minutos, em chute rasteiro, ao lado da trave. Matheus Nogueira caiu acompanhando a saída da bola. O Confiança foi para cima e o Brasil fechava-se na defesa, querendo explorar um contra-ataque. O primeiro tempo transcorria com poucas finalizações.

O Confiança chegou a ter mais de 60% da posse de bola. A primeira etapa virou drama quando Ícaro foi expulso, ao receber o segundo cartão amarelo. Héverton entrou para recompor o miolo de zaga do Brasil. Ainda na cobrança da falta, aos 43’, Alvaro cobrou procurando o ângulo, atingiu o travessão e, no rebote, o toque de cabeça do Confiança também carimbou o poste. Duas bolas na moldura na sequência.

Mas em escanteio cobrado da direita, o goleiro Matheus Nogueira salvou no primeiro toque de cabeça, a bola seguiu viva na área e sobrou para Neto Berola estufar as redes: 1×1, no apagar das luzes do primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO COM PRESSÃO

O auxiliar técnico, comandante na noite sergipana, Aléssio Antunes propôs Fabricio no lugar de Welinton Torrão no Brasil. No Confiança, entrou o ex-xavante Nirley no lugar de Isaque.

Aos 11’, Lucas Santos roubou a bola no ataque, foi para dentro da área, armou para o chute de canhota e o goleiro Rafael Santos teve que fazer grande defesa, colocando para escanteio. Apesar do lampejo de grande oportunidade, o Brasil segurava-se na defesa. Baixou suas linhas. A primeira defensiva com quatro e a segunda, no meio campo, também com quatro atletas.

Houve um bombardeio do Confiança com direito a Vidal salvar sobre a linha, Matheus Nogueira salvar no segundo lance e a finalização de fora da área ir para fora no terceiro momento. Um verdadeiro sufoco! Em outra tentativa, o Confiança disparou um chute direto pela linha de fundo em arremate do meia Serginho.

Lucas Santos cansou no final da partida e deu lugar a Matheuzinho. Ramon também saiu e ingressou o meia Gabriel Pierini para reforçar a marcação para os últimos instantes. Já eram jogados 33 minutos da etapa final.

O Confiança vinha com a bola, houve passe para Alex Henrique, tentou de calcanhar e Heverton tocou para escanteio. Após a cobrança do corner, Alvaro teve chance de ouro, mas finalizou por cima da meta. O meia recebeu a bola, matou no peito, mas encheu o pé para errar o alvo. Foi mais um erro defensivo do Brasil na bola aérea.

Em chute de longe do Confiança, Matheus Nogueira abraçou firme a bola, aos 44 minutos. O árbitro prometeu mais seis minutos de acréscimos. Willian tentou de fora da área aos 47’ e a bola passou perto. Foram 24 finalizações dos sergipanos contra 4 do Xavante. O Brasil resistiu bravamente até o apito final e saiu de Aracaju com mais um ponto na Série B. Ainda sem vencer na competição, mas pelo menos segurando o empate mesmo com atleta a menos durante todo o segundo tempo.

Na sexta-feira (18), o Xavante recebe o Goiás, no estádio Bento Freitas, com a volta de Claudio Tencati à beira do gramado.

FICHA TÉCNICA: CONFIANÇA 1×1 BRASIL

BRASIL: Matheus Nogueira, Vidal, Leandro Camilo, Ícaro e Artur; Rômulo, Bruno Matias, Welinton Torrão (Fabricio), Gabriel Terra (Héverton) e Lucas Santos (Matheuzinho); Ramon (Gabriel Pierini). Técnico: Claudio Tencati.

CONFIANÇA: Rafael Santos, Caique Sá (Marcelinho), Victor Sallinas, Isaque (Nirley) e Juba; Bruno Sena (Luidy), Daniel Penha e Serginho; Álvaro, Neto Berola (Cristiano) e Alex Henrique. Técnico: Rodrigo Santana.

  • ÁRBITRO: Diego Fernando de Lima (PE)
  • GOLS: Victor Sallinas (contra) (BRA) | Neto Berola (CON)
  • EXPULSÃO: Ícaro (BRA)
  • Partida válida pela 4ª rodada da Série B do Brasileiro, disputada no estádio Batistão, em Aracaju (SE)

Deixe um comentário

Converse conosco!
Carrinho
  • Nenhum produto no carrinho.
%d blogueiros gostam disto: