Brasil sai na frente, mas empata com a Ponte Preta

Na noite de sexta-feira (25), o Xavante recebeu a Ponte no estádio Bento Freitas. O jogo terminou empatado por 1×1. Os gols foram no segundo tempo: Fabricio marcou para o Rubro-Negro, mas Dawan deixou tudo igual pelos campineiros.

Com o resultado, o Brasil soma 6 pontos na tabela de classificação em 7 jogos, através de uma vitória, três empates e três derrotas. A Macaca segue em crise. A Ponte Preta já não vence há 11 jogos, somando Campeonato Paulista e Série B. Na segunda divisão nacional, são três empates e quatro derrotas. Dessa forma, a Alvinegra do técnico Gilson Kleina é lanterna.

O Brasil de Claudio Tencati teve novidades na equipe titular. O lateral-esquerdo Kevin iniciou a partida no lugar de Artur. O antes titular, inclusive, pode deixar o Bento Freitas em caso de confirmação de negociação com o Goiás. Entre os volantes, com a ausência de Bruno Matias, suspenso, a vaga foi ocupada por Wesley. Gabriel Pierini ficou no banco de reservas.

Rubro-Negro termina rodada de volta à zona do rebaixamento, na 18ª posição, com 6 pontos

Sobre o jogo, o Brasil fez uma boa primeira etapa. Fabricio se candidatava a ser destaque. Deu uma meia lua no marcador pela direita, invadiu a área, chutou cruzado, mas ninguém apareceu para desviar para rede, aos 26 minutos. O Brasil era melhor. Em escanteio, o goleiro Ygor tirou a bola de soco e, na sobra, Vidal arriscou o chute, mas mandou torto, pela linha de fundo.

Uma grande chance surgiu em cobrança de falta, aos 38 minutos. O garoto Lucas Santos colocou por cima. No final da etapa, o Xavante ainda criou mais uma situação, defendida por Ygor, em finalização de Fabricio. Já a Ponte arriscou uma de longe com o experiente meia Camilo, aos 43 minutos, mas ele errou o alvo.

Na segunda etapa, os gols. Antes, o lateral Kevin, da Ponte, ex-jogador do Botafogo cruzou e Rodrigão cabeceou para baixo, mandando próximo da meta de Matheus Nogueira. Aos 30 minutos, a alegria xavante. Lucas Santos, dono da bola parada no jogo, cobrou escanteio, Romulo apareceu como no gol feito contra o CRB, ele desviou e quem completou para as redes foi Fabricio: segundo gol dele no campeonato: 1×0.

Mas após a abertura do placar, o Brasil repetiu o descuido defensivo. Em uma sucessão de erros, em que não conseguiu afastar a bola, o chute cruzado encontrou a entrada certeira de Dawan, em posição duvidosa, empurrar para rede: 1×1.

No final da partida, Claudio Tencati ainda promoveu mudanças, como as reentradas de Netto, no lugar de Ramon, e Igor Miranda, ambos que há muito tempo não atuavam. É importante salientar que Ramon tomou o terceiro cartão amarelo na partida e fica fora da próxima rodada, fora de casa, diante do Brusque. O jogo da 8ª rodada ocorre em Santa Catarina, na quarta-feira (30), às 17h.

Final no estádio Bento Freitas: Brasil 1×1 Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA: BRASIL 1×1 PONTE PRETA

BRASIL: Matheus Nogueira; Vidal (Thalys), Ícaro, Héverton e Kevin (Igor Miranda); Romulo, Wesley, Gabriel Terra (Luiz Fernando), Lucas Santos (Paulo Victor), Fabricio e Ramon (Netto). Técnico: Claudio Tencati.

PONTE: Ygor; Kevin, Ednei, Cleylton e Rafael Santos (Felipe Albuquerque); Dawhan, Vini Locatelli (Marcos Junior), Camilo (Thalles), Josiel (Moisés), Richard e Rodrigão (Veras). Técnico: Gilson Kleina.

  • ÁRBITRO: Alisson Furtado (TO)
  • GOLS: Fabricio (BRA) | Dawhan (PON)
  • Partida válida pela 7ª rodada da Série B do Brasileiro, disputada no Bento Freitas, na sexta-feira (25/06)

Deixe um comentário

Converse conosco!
Carrinho
  • Nenhum produto no carrinho.
%d blogueiros gostam disto: