Brasil não segura o Brusque e segue em situação difícil na Série B

Rubro-Negro mantém baixo aproveitamento dos pontos e fica na zona de rebaixamento ao final da 8ª rodada

Por: Henrique König

O Brasil foi a Brusque e volta sem pontuar na tabela da complicada Série B 2021. O Rubro-Negro sofreu o gol em assistência de Thiago Alagoano e conclusão de Edu, dupla tarimbada dos catarinenses, aos 12’ do segundo tempo. Apesar das trocas feitas, não conseguiu a igualdade e marca passo na 8ª rodada.

O Xavante fica com 6 pontos no torneio, através de 1 vitória, 3 empates e 4 derrotas, dentro da zona de rebaixamento. O Brusque retoma o caminho dos triunfos após três rodadas. O clube do norte de Santa Catarina soma 13 pontos, brigando pela condição do G4.

O técnico Claudio Tencati formou o meio campo com três volantes de origem: Gabriel Pierini, Wesley e Bruno Matias. Na ausência de Ramon no ataque, Fabricio foi o centroavante e Welinton entrou pelo corredor. O jogo começou bastante morno, com poucas oportunidades. Pressão do Brusque aos 23 minutos. Foram sucessivos cruzamentos e a defesa rubro-negra afastou.

No minuto seguinte, uma boa falta para o Brasil. Lucas Santos cobrou e o goleiro Jeferson salvou os catarinenses. Lucas também levava perigo ao cobrar escanteios. Ele se candidata a ser o homem da bola parada na temporada.

Aos 31’, Lucas Santos fez o levantamento na cobrança de falta e Wesley cabeceou, mandando a bola para a defesa do goleiro Jeferson. O Brusque também não tinha vergonha de erguer a bola para grande área, em um duelo bastante equilibrado no Augusto Bauer.

Welinton Torrão batalhava contra a defesa adversária, mas não conseguia obter vantagem. Fabricio também lutava contra o excessivo isolamento na frente. Aos 40’, o Brusque criou uma situação de gol no bate-rebate, mas a finalização ficou sobre a defesa xavante.

As equipes não mudaram a escalação no intervalo de jogo. O zagueiro Ícaro cobrou uma falta de longe pelo Brasil, mas mandou igualmente para longe da meta.

O artilheiro Edu teve a situação de gol aos 5 minutos, finalizou e Matheus Nogueira espalmou para salvar o Xavante. E era pressão do Brusque na arrancada do segundo tempo. A defesa do Rubro-Negro passou por dificuldade. Em um dos lances, o lateral Thallys foi o salvador.

A defesa do Brasil não resistiu aos 12 minutos: cruzamento feito por Alagoano e Edu subiu de cabeça para encontrar as redes: 1×0 para os catarinenses.

Brasil enfrenta o Cruzeiro pela próxima rodada, a ser disputada no sábado, no Bento Freitas
Foto: Jefferson Alves

O Xavante tentava voltar para a partida e Tencati fez três trocas na metade do segundo tempo: Gabriel Terra no lugar de Bruno Matias, Junior Viçosa, voltando ao time, no lugar de Welinton, e Luiz Fernando para a saída de Lucas Santos, que vinha na maratona de jogos.

Aos 26’, Junior Viçosa recebeu na área, girou, finalizou e Jeferson fez a defesa pelo Brusque. Na sequência, Pierini tentou, mas acertou na cabeça do defensor dos mandantes.

O Brasil tentou de fora da área com o Luiz Fernando e Jeferson espalmou para escanteio, quando eram jogados 30 minutos. Era pressão rubro-negra, mas o goleiro do Brusque estava atento em todos os lances.

As últimas trocas do Xavante foram Matheuzinho, no lugar de Thallys, e Netto, com oportunidade no final na vaga de Fabricio. Junior Viçosa tentou uma situação, mas, no bate-rebate, a bola parou nos braços do goleiro Jeferson. Com as trocas do técnico Jerson, o Brusque agarrou-se ao resultado positivo, que o coloca na luta direta pelo G4 da Série B. O Brasil, na ponta oposta, precisa de estratégias para fugir do Z4.

FICHA TÉCNICA: BRUSQUE 1×0 BRASIL

BRUSQUE: Jeferson Paulino; Toty (João Carlos), Ianson, Everton Alemão e Airton; Zé Mateus, Fillipe Soutto (Juliano), Diego Mathias (Rodolfo), Gabriel Taliari (Jhon Cley), Thiago Alagoano (Bruno Lopes) e Edu. Técnico: Jerson Testoni.

BRASIL: Matheus Nogueira; Thallys (Matheuzinho), Icaro, Héverton e Kevin; Gabriel Pierini, Wesley, Bruno Matias (Gabriel Terra), Lucas Santos (Luiz Fernando), Welinton Torrão (Junior Viçosa) e Fabricio (Netto). Técnico: Claudio Tencati.

  • ÁRBITRO: Wanderson de Sousa (MG)
  • GOL: Edu (BRU) 12’/2º
  • Partida válida pela 8ª rodada da Série B do Brasileiro

 

Deixe um comentário

Converse conosco!
Carrinho
  • Nenhum produto no carrinho.
%d blogueiros gostam disto: